Brasileiro se vira na crise para fugir do desemprego

Por
Atualizado em: 11 de outubro de 2017

Sem perspectivas de ter carteira assinada, os brasileiros estão se virando para fugir do desemprego e conseguir uma fonte de renda. Atualmente, de cada dez novas vagas geradas no país sete são informais.

De acordo com Cimar Azeredo, do IBGE, o mercado informal tem dois perfis de trabalhadores: os por conta própria e os empregados sem carteira assinada.

O trabalho por conta foi a alternativa encontrada por Paulo Fernando, 44 anos, ao ser demitido de uma empresa de segurança, há cerca de oito meses. Ele resolveu montar uma barraca de acarajés na porta de sua casa, na zona norte da capital. Formado em pedagogia e história, Fernando veio da Bahia para São Paulo com a mulher, a manicure Renata Araújo Santana, 33 anos, e fez vários bicos antes de trabalhar como segurança.
Fonte: Agora SP